quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Porto & Douro Wine Show | Vinhos do Douro e do Porto Na Cordoaria Nacional, Lisboa

O Porto & Douro Wine Show regressa a Lisboa já neste fim de semana com uma montra de Vinhos do Douro e do Porto. Nos dias 28, 29 e 30 de Novembro, na Cordoaria Nacional, os vinhos da Região Demarcada do Douro vão estar em sintonia com novos valores da música em três dias com muita música new brazilian jazz, folk e pop, provas, workshops de cocktails com vinho do Porto e showcooking com gastronomia portuguesa e brasileira. 
O primeiro dia é dedicado aos cocktails de vinho do Porto, no segundo dia o destaque é para o vinho do Porto e no último dia é a vez dos vinhos do Douro estarem no centro das atividades. Tudo numa ação em que produtores da Região Demarcada do Douro, jovens músicos, reconhecidos chefes de cozinha portugueses e brasileiros, enólogos e especialistas do setor vão estar junto dos consumidores para demonstrar as mais variadas formas de apreciar os vinhos do Douro e Porto.

Deixo o programa para melhor planificarem uma possivel visita.

Dia 28 | Sexta-feira | 16h00 às 23h00
16h00 – 18h00 | Público Profissional
17h30 | Master Class: Cocktails com Vinho do Porto com Paulo Ramos [Cocktail Academy]
19h00 | Harmonização Música e Vinho: Cocktails com Vinho do Porto com Paulo Russell-Pinto [IVDP]
20h00 | Cozinha ao Vivo Com Chefe Nuno Diniz
21h15 | Showcase: Couple Coffee
21h40 | DJ

Dia 29 | Sábado | 15h00 às 23h00
16h00 | Prova Comentada : Reservas e Grandes Reservas 2011 - Vinho do Douro com Bento Amaral [IVDP] e Ricardo Castilho [Direção Revista Prazeres da Mesa, Brasil]
16h45 | Showcase: Margarida Falcão das Golden Slumbers
18h00 | Harmonização Música [Rui David] e Vinho: Vinho do Porto com chefe Hélio Loureiro
19h00 | Cozinha ao Vivo: com Chefe Kátia Barbosa [Convidado Brasil – Aconchego Carioca]
21h00 | Showcase: Fingertips
A partir das 22h DJ

Dia 30 | Domingo | 14h30 às 18h30
15h30 | Prova comentada: Portos Brancos Velhos - Vinho do Porto com Paulo Russell Pinto [IVDP]
16h30 | Showcase: O Martim
17h30 | Harmonização Música [Rui David] e Vinho: Vinho do Douro com César Santos [Convidado Brasil – Oficina do Sabor]

terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Herdade das Servas Colheita Seleccionada 2013 Branco

HERDADE DAS SERVAS COLHEITA SELECCIONADA 2013 BRANCO | ALENTEJO | 14,5% | PVP  8€
GOUVEIO, ALVARINHO, VIOGNIER, VERDELHO
HERDADE DAS SERVAS - SERRANO MIRA S.A.
90 / 100

Ao provar este vinho percebo a razão pela qual esgota todos os anos e de forma rápida. Produzido em ano de excelência, este é de facto um produto que faz justiça à palavra.
Cor amarelo palha, definido, de aspecto límpido. Nariz aromático, citrino com notas bem ligadas de fruta tropical, melão, pêssego, traço mineral e fresco. Boca com leve untuosidade, cremoso, com acidez equilibrada, citrino fino, com os 14,5% de álcool a serem integrados no conjunto e a passarem despercebidos. Final longo, fresco e persistente.

segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Quinta das Carrafouchas 2009 Tinto

QUINTA DAS CARRAFOUCHAS 2009 TINTO | LISBOA | 13,5% | PVP  6,5€
TOURIGA NACIONAL, ARAGONEZ
MARIA VENERANDA DA COSTA CANNAS
90 / 100

Por vezes apetece voltar a beber algo que nos deu muito prazer no passado. Voltar a beber, verificar a evolução e confirmar expectativas. Desde que o conheci que lhe dei mais atenção que às colheitas irmãs. Não sei porquê vi ali pernas para andar mais um pouco que os outros.
Está agora num momento de forma de excelência. No nariz continua cheio de fruta vermelha e preta, madura, cheia e frescura, com notas florais muito bem ligadas, sem exagero e sem perfumes de spray. Na boca encontro-o mais elegante, mais pronto a ser bebido e a pedir comida como esta Chanfana de Vitela do Solar dos Pintor. Agora é beber.

sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Dona Maria TN Petit Verdot 2011 Tinto

DONA MARIA TOURIGA NACIONAL / PETIT VERDOT 2011 TINTO | ALENTEJO | 14% | PVP  15€
TOURIGA NACIONAL, PETIT VERDOT
JÚLIO BASTOS
90 / 100

Conhecia o Dona Maria 100% Touriga Nacional e conhecia o 100% Petit Verdot. Este foi novidade. Cor retinta, fechado, concentrado, opaco. Aromas intensos a fruta preta silvestre bem madura, notas de violeta bem definidas e notas de barrica bem encorporadas num perfil fresco. O Petit Verdot dá-lhe aqui um certo terroso fresco e taninos mais rusticos que ligam bem com o floral e frutado da Touriga. Na Bboca ainda um pouco verde e novo. A precisar de mais tempo em garrfa. Noto-lhe um toque sedoso e macio, vegetal e especiaria ainda muito marcantes. Final longo e marcadamente verde, com ligeiro amargo. Se consumir já junte-lhe comida com alguma estrutura e será sucesso garantido.

quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

Quinta da Bacalhôa 2000 Tinto

QUINTA DA BACALHÔA 2000 TINTO | TERRAS DO SADO | 12,5% | PVP  35€
CABERNET SAUVIGNON, MERLOT
JP VINHOS, SA
90 / 100

O Comendador Joe Berardo adquiriu em 2000 a Quinta da Bacalhôa. Desde então muito se tem falado acerca da qualidade destes vinhos e das inevitáveis comparações entre o antes e o depois da mudança de mãos da Quinta da Bacalhôa.
Este 2000 ainda saiu da JP Vinhos e encontra-se a um nível elevadíssimo de qualidade. Visualmente de cor casca de cebola intenso, de média concentração, aspecto limpo. No aroma temos o pimento em grande, pimento verde, alguma folha de tomateiro, uma pimenta branca fina, muita frescura e complexidade. Um cabernet à séria. Cheio de notas vegetais e com uma frescura notável para a sua idade. Boca cheia de força, vivo, acidez e frescura no ponto, equilibrado, mastigável e com fim de boca longo. Assim era o Bacalhôa da JP Vinhos.

quarta-feira, 19 de Novembro de 2014

Chàteau De Fesles 2003 Branco

CHÀTEAU DE FESLES 2003 BRANCO | ANJOU-BONNEZEAUX | 13% | PVP  30€
CHENIN BLANC
CHÀTEAU DE FESLES
92 / 100

Um colheita tardia que me caiu no copo quase por acaso. Quem a trouxe à minha mesa passou pelo mesmo. Quase que por acaso a adquiriu. Não sabia o que era. De que se tratava ou como estaria. Comprado numa de arriscar. E que feliz momento. Seduz e encanta. Um vinho que tão cedo não irei esquecer. Um hino. Um colheita tardia com idade e num momento brutal. Cor palha seca, dourado, aspecto límpido e cativante. Aromas a pêssego maduro, fruta passa, fruta seca e algum melaço. Boca com muita fruta doce, maçã de esmofe, crumble de maçã, melaço, untuoso e complexo. Acidez que equilibra o conjunto. Como entrada num acompanhamento a um paté ou foie gras ou numa sobremesa à base de figos e amêndoas.

terça-feira, 18 de Novembro de 2014

Dona Maria Viognier 2013 Branco

DONA MARIA VIOGNIER 2013 BRANCO | ALENTEJO | 13,5% | PVP  9,5€
VIOGNIER
JÚLIO BASTOS
88 / 100

Cor amarelo citrino, definido, laivos esverdeados e de aspecto límpido. Aromas com fruta de caroço, algum alperce, lima e fruta mais exótica num conjunto fresco e com notas perfumadas de flores brancas. Na boca aparece seco, acidez acutilante, persistente, muito citrino e final persistente e fresco. O perfil um pouco mais untuoso torna-o perfeito para petiscar algo com mais alguma consistência.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails