quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

By The Wine José Maria da Fonseca é no Chiado!

Já imaginou um Wine Bar onde tivesse à sua disposição toda a gama de vinhos de um produtor como a José Maria da Fonseca a copo? E para além disso lhe pudesse juntar um pão caseiro estaladiço, presunto ibérico, tábuas de queijos e enchidos, azeites, ostras do Sado, saladas variadas e sobremesas? E tudo isto a preços realmente competitivos? E ainda num local onde depois de entrar o difícil é sair? Já existe. A José Maria da Fonseca mais uma vez dá um passo em frente e em conjunto com a By The Wine abriu a primeira Flagship Store da marca.

Com porta aberta à poucas semanas na Rua das Flores (Chiado),  este promete ser um espaço diferente na cidade na forma como trata o vinho. Uma preparação para o resto da noite ou para uma tarde bem passada.

Um espaço de promoção ao vinho, divulgação da marca e mais um local de visita obrigatória para o consumidor de vinho. 

Para além disso, o vinho não é deixado sozinho. A comida está presente e de qualidade e o espaço proporciona aquilo que de melhor há. A partilha de bons momentos à volta da mesa, num ambiente que nos deixa completamente à vontade e onde podemos beber desde um Periquita até a um cobiçado Trilogia.

Podemos degustar o presunto ibérico de bellota e enchidos da Guijuelo que são uma verdadeira perdição. Ou escolher da ementa os mais variadíssimos pratos.

Sem dúvida um espaço original e inovador no panorama português e uma aposta que será vencedora.

A visitar nos próximos tempos.
_______________________________________
BY THE WINE JOSÉ MARIA DA FONSECA
Rua das Flores, 41-43, Lisboa
Telefone: 211 323 701
Horário:  12:00h às 24:00h (encerra à segunda-feira)
Preço médio: 15€

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

O Consumidor (a)Prova | À Mesa Vinhos de 6€ a 9€

A última actividade do ano de 2014 do Comer, Beber e Lazer foi mais uma vez com o olho virado para o consumidor de vinho em Portugal. Repetindo o conceito de duas edições anteriores realizou-se mais um "O Consumidor (a)Prova".

"O Consumidor (a)Prova" é um actividade que tenho vindo a realizar e a aperfeiçoar que tem como focus o consumidor normal de vinho em Portugal, que compra vinho para consumo quase diário e que cada vez mais está interessado em conhecer melhor o vinho que bebe. O consumidor tem aqui um papel determinante pois é ele que escolhe o tema e é ele que compra a maioria do vinho para a prova. Eu coloco sempre alguma coisa no meio para confundir... ou não.

"O Consumidor (a)Prova" é um jantar/almoço ou visita a um local com ligação ao vinho onde, um grupo de pessoas consumidoras de vinho, se deixa guiar por mim em temas que eles próprios decidem. Normalmente prova cega, com vinhos comprados pelos próprios, na qual são inseridos alguns por mim, sempre dentro do tema. A avaliação, de 0 a 5, tem apenas os seguintes itens: Gosto; Preço; Aconselho; Compro.

Nesta edição o tema foi "Vinhos Para o Natal Com Preços entre os 6€ e os 9€". Cada participante trouxe um vinho ou entregou-me o mesmo uns dias antes e este foi servido em prova cega a todos no Restaurante O Solar dos Pintor.

Foi mais uma noite de revelações. Os locais de compra, as regiões escolhidas, a justificação da compra e os resultados foram em alguns casos surpresas. O pós prova tem sido ainda mais interessante pois receber mensagens (sms, facebook ou mail) a informar-me que compraram este ou aquele vinho da prova é também perceber a importância da prova para quem participa e gratificante pois levou à compra de vinho.

O sms mais interessante foi de um participante a indicar que conseguiu comprar uma de cada pois queria provar cada um deles outra vez, mas em casa com os amigos.

Vencedores da noite
Vencedor Absoluto (Soma de todas as categorias)
Duorum 2012 Tinto 

Seguido por:
Monte Mayor Reserva 2012 Tinto
Herdade da Comporta 2011 Tinto
Casa da Passarella Abanico Reserva 2010 Tinto
Tapada do Barão Reserva 2012 Tinto
Quinta das Carrafouchas 2009 Tinto
Paço dos Falcões Grande Escolha 2011 Tinto
Frei João 2003 Branco
Quinta de Arcosó Bastardo 2012 Tinto
Herdade do Peso Trinca Bolotas 2013 Tinto
Adega Mãe Sauvignon Blanc 2013 Branco
Dona Ermelinda Reserva 2012 Tinto
Três Bagos 2012 Tinto


Vencedor Vinho Que Mais Agradou (independentemente de preço)
Monte Mayor Reserva 2012 Tinto

Seguido por:
Herdade da Comporta 2011 Tinto
Duorum 2012 Tinto
Casa da Passarella Abanico Reserva 2010 Tinto
Tapada do Barão Reserva 2012 Tinto
Paço dos Falcões Grande Escolha 2011 Tinto
Quinta das Carrafouchas 2009 Tinto
Adega Mãe Sauvignon Blanc 2013 Branco
Herdade do Peso Trinca Bolotas 2013 Tinto
Quinta de Arcosó Bastardo 2012 Tinto
Frei João 2003 Branco
Dona Ermelinda Reserva 2012 Tinto
Três Bagos 2012 Tinto

Os hiper ou supermercados continuam a ser a grande referência para compra embora já exista um ou outro caso em que a compra é efectuada em garrafeiras especializadas ou em visitas a produtores. Preço, quantidade de referência e facilidade de acesso são as razões apresentadas para a esta escolha.

Obrigado aos participantes. Em breve mais uma edição. O que virá a seguir?

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Markus Molitor 2005 Graacher Himmelreich Auslese Branco

MARKUS MOLITOR 2005 GRAACHER HIMMELREICH AUSLESE BRANCO | MOSEL | 12% | PVP  20€
RIESLING
MARKUS MOLITOR
88/ 100

Cada vez mais apaixonado por esta casta, pelos vinhos que dela resultam, sejam eles do seu berço natural, sejam eles de berço adoptado, o certo é que a elasticidade e versatilidade desta em diversos terroirs, mostra toda a sua garra e força. Este um auslese que apesar do ano continua fresco e leve. As notas do tempo fazem-se notar ao de leve. Cor amarelo definido, com nuances palha dourada, de aspecto limpo. Aromas que encantam, fruta de caroço, alguma lichia, fruta boa e cheia de frescura, com leve petrolado, muita finess. Continua cheio de frescura e leveza na prova de boca, sumarento, grande equilíbrio, acidez e final de boca de média duração. Inicio de refeição despreocupado garantido.

domingo, 25 de janeiro de 2015

MOY Charcutaria e Garrafeira no Monte do Estoril

Nos anos 70 nascia em Lisboa, no Centro Comercial Alvalade, a MOY Lisboa. Charcutaria e Garrafeira com um conceito e aposta em marcas de luxo, aliando a qualidade e exclusividade dos seus produtos a uma imagem de prestigio muito procurada pelos seus clientes. 

No inicio deste ano, a MOY expande este conceito até ao Monte Estoril. Num espaço maior e de porta aberta para a avenida, segue o conceito da casa mãe, apostando mais uma vez num conjunto de iguarias de marcas nacionais e internacionais.

Paulo Leal e Anabela Pinto apresentam assim a nova MOY, uma loja de dois pisos, na qual a garrafeira tem a si destinada o piso inferior, tipo cave, onde  descansa uma grande selecção de vinhos portugueses, com também há lugar a champanhes, whiskies, gins, vodkas e licores dos cinco cantos do mundo. Um espaço que com certeza merecerá uma atenção especial para futuros eventos e provas. As ideias na minha cabeça começaram a saltar como pipocas.

O piso térreo com todos os restantes produtos, sempre com aquele toque gourmet, como massas, risotos, bolachas, chocolates, compotas, molhos, especiarias, azeites, queijos, enchidos, fumados, chás e cafés entre outros.

De destacar ainda algumas marcas naquele que parece ser o core da MOY. Produtos de granes marcas de luxo do sector alimentar internacional como Petrossian (foies gras, caviar, outras ovas de peixe e fumados da mais emblemática marca de caviar do mundo; Cottage Delight, Fauchon e Frantoio di Sant’Agata d’Oneglia; Mariage Frères e Kusmi Tea; entre outras. Vendidos a peso ou nas respectivas embalagens, os chás Kusmi Tea ocupam um lugar de destaque na MOY, com um sortido de mais de 100 variedades, sessenta das quais da Mariage Frères.

Em função das necessidades dos clientes está prevista a abertura de uma esplanada, onde vão poder mimar-se com a degustação de alguns dos produtos da MOY – pastelaria francesa, brigadeiros do Ponto Condensado, queijadas de Sintra, entre outros –, acompanhados de um requintado chá da Mariage Frères, Kusmi Tea ou Fauchon.

_____________________
MOY MONTE ESTORIL
Avenida Sabóia, 514 A - Monte Estoril
Telefone: 215 952 602
Horário: Segunda a Sábado, das 10:00horas às 20:00 horas

sábado, 24 de janeiro de 2015

Casa da Passarella A Descoberta 2013 Branco

CASA DA PASSARELLA A DESCOBERTA 2013 BRANCO | DÃO | 12,5% | PVP  4,70€
ENCRUZADO, MALVASIA FINA, VERDELHO
O ABRIGO DA PASSARELLA, LDA
84/ 100

Estando certo que este branco já não é uma Descoberta, mas antes uma certeza, dou por mim a bebê-lo e a pensar como é possível a Casa da Passarella ter um vinho desta qualidade a este preço. Mantendo a mesma ideia, confirmo que às vezes as coisas simples dão tanto prazer, que me deixo ficar apenas a apreciar o vinho... pelo vinho. Continua a ser uma aposta ganha para o dia a dia, para surpreender numa refeição ou simplesmente para conforto próprio. Cor amarelo citrino, nuances esverdeadas, aspecto limpo e jovem. No nariz aparece fresco, limonado, mineral, a fugir ao perfil doce e madurão. Na boca um branco com acidez equilibrada, travo fresco com secura, algum corpo e untuosidade, num perfil citrino, sumarento e fresco. Final de boca com bom comprimento.

simplesmente Vinho... 2015

Mais um ano e mais uma edição de um evento vínico que, apesar de ainda dar os primeiros passos,  começa já a criar o seu espaço no calendário do enófilo português e que visita Portugal.
Este ano será a 3ª edição daquele que é considerado o primeiro evento vínico off português. Uma ideia que surgiu lá fora, mas que em boa hora foi adaptada ao nosso País. No fundo, uma alternativa às grandes feiras de vinho, cujos custos, forma de comunicação e público alvo parecem cada vez mais afastarem os pequenos produtores. 
Nasce assim um evento "simples", localizado perto de uma feira principal e a ocorrer no mesmo momento, proporcionando a mostra dos pequenos produtores aos visitantes.

Ribeira do Porto, 27 e 28 de Fevereiro, no espaço do laboratório de investigação cultural da SKREI - Galeria Gadus Morhua-, espera por si uma experiência  única onde o Vinho é simplesmente ...Vinho.
Estarão presentes as seguintes representações:

España: Alberto Nanclares Bodegas Nanclares | Alfredo Maestro Bodegas Alfredo Maestro | José Luis Aristegui Bodega José Aristegui | Miguel Alfonso Adega Pedralonga.

Minho: Fernando Paiva Quinta da Palmirinha | Tony Smith Quinta de Covela | Vasco Croft Aphros.

Douro: João Roseira Quinta do Infantado | Joaquim Almeida Quinta Vale de Pios | Mateus Nicolau de Almeida Muxagat | Rita Marques Conceito | Tiago Sampaio Olho no Pé | João Hoelzer Quinta de Val da Figueira | Pedro Garcias Mapa | João Menéres Quinta do Romeu.

Dão: Álvaro e Maria Castro Quinta da Pellada | António Madeira António Madeira | João Tavares de Pina Terras de Tavares | Carlos Ruivo Lagar de Darei | Christelle & Casimir Fonte de Gonçalvinho | Sara & António Casa de Mouraz.

Bairrada: Dirk Niepoort Quinta de Baixo | Filipa Pato Filipa Pato | Luís Pato Luís Pato | Mário Sérgio Nuno Quinta das Bágeiras.

Lisboa: António Marques da Cruz Quinta da Serradinha | Pedro Marques Vale da Capucha.

Alentejo: Miguel Louro Quinta do Mouro | Vitor Claro Dominó | João Afonso Cabeças do Reguengo.

Madeira: Ricardo Diogo Barbeito

Portugal: Cheios de Sede Morangueiro | Young Winemakers Vadio Hobby Camaleão Clip | Luis Seabra Luis Seabra | Luísa Sarmento Skrei

Restaurantes: Joana Vieira Delicatum (Braga) | Luís Américo & Miguel Morais Casa Ribeiro | Rui Paula DOP | Cristovão de Oliveira e Sousa Ode | Ricardo Teixeira Coelho chef Coelho | Vitor Claro Claro! (Paço de Arcos)

Nesta 3ª edição, para além dos vinhos, há a possibilidade de degustar petiscos de restaurantes amigos do vinho. Sim, porque simplesmente… nada melhor que bons amigos e petiscos para saborear vinhos verdadeiros.
Por último, mas não menos importante, a música. Em cada um dos dois dias fecha-se a festa com a atuação de bandas portuenses: sexta-feira os Leo Parda e os Daltónicos; no sábado o grande final é com Thee Magnets.
_________________________________
SIMPLESMENTE... VINHO 2015
SKREI Galeria Gadus Morhua
Largo do Terreiro, Ribeiro do Porto
Entrada: 8€
Incluí: Copo Oficial, Prova de Vinhos, Degustação de Petiscos, Exposição de Arte, Música ao Vivo
Estacionamento: Infante (a 350m) e Alfândega (a 800m)

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Moscatel de Setúbal Superior 1911

MOSCATEL DE SETÚBAL SUPERIOR 1911 | PENÍNSULA DE SETÚBAL | 18% | PVP  -€
MOSCATEL DE SETÚBAL
JOSÉ MARIA DA FONSECA VINHOS, SA
99 / 100

A José Maria da Fonseca celebrou 180 anos de vida no final do ano de 2014, mais concretamente a 2 de Dezembro. Sendo herdeira de um património único a nível de Moscatéis de Setúbal e mantendo viva uma tradição que faz questão de trazer já há alguns anos, mais uma vez lançou em Leilão e nessa data, uma colheita de um dos seus exclusivos Moscatéis, dignos de Reis, este Moscatel de Setúbal Superior 1911.
A designação SUPERIOR era atribuída aos Moscatéis que , após prova de José Maria da Fonseca, mais se destacavam em termos de qualidade dos restantes. Domingos Soares Franco, seguindo essa máxima, decidiu agora lançar este vinho especial envelhecida em cascos de madeira na Adega dos Teares Velhos, há mais de 100 anos, numa edição de 180 garrafas de meio litro.
Cor âmbar escura e concentrada, acobreado com laivos esverdeados, concentrado. No nariz surgem as notas a frutos secos e fruta passa, muito figo seco, passas, nozes e amêndoa com ligeiro tostado, envolvidos por mel, laranja cristalizada e ao mesmo tempo com uma frescura tremenda. Apetece, cativa, apaixona e nem sequer o comecei ainda a beber. Na boca é sedoso, macio, com textura e um untuosidade que nos faz parar para aproveitar cada pitada. Intenso, voltando à fruta seca, ao figo seco, fecho os olhos por um bocado. Maravilhoso. Longo no final, sem nos querer deixar embalo para continuar. Belo.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Lua Cheia em Vinhas Velhas 2013 Branco

LUA CHEIA EM VINHAS VELHAS 2013 BRANCO | DOURO | 12,5% | PVP  4,25€
VINHAS VELHAS
LUA CHEIA EM VINHAS VELHAS, LDA
82/ 100

Um branco feito a partir de vinhas velhas do Douro a este preço é sem dúvida tentador. A garrafa e o rótulo, limpo e directo, chamam a atenção e rapidamente o passo para o copo. Cor citrino definido, límpido e brilhante. Aromas intensos a fruta madura, notas tropicais bem ligadas com a maior frescura citrina, notas leves de madeira, bem ligada, mineral e fresco. Na boca surge com algum volume de boca, ligeiro untuoso, muita fruta e a madeira a passar quase despercebida. Leve , fresco e despreocupado. Cumpre e adiciona uma pitada extra.

domingo, 18 de janeiro de 2015

Quinta do Pôpa Homenagem 2009 Tinto

QUINTA DO PÔPA HOMENAGEM 2009 TINTO | DOURO | 13,5% | PVP  29€
TOURIGA NACIONAL, TINTA RORIZ, VINHAS VELHAS
QUINTA DO PÔPA, LDA
91/ 100

Passaram alguns anos desde que conheci o Stéphane Ferreira, desde que conheci a Quinta do Pôpa e desde que comecei a beber os vinhos aí produzidos. Passaram alguns anos, mas desde o primeiro minuto o que a história que sempre me foi contada foi a de permanente tributo a Francisco Ferreira, o Avô de Stéphane e Vanessa. O orgulho com que sempre se ligou à imagem do vinho aguardava por este momento. Um vinho de tributo, com a imagem do Pôpa a aparecer num monocromático rótulo. Elegante como sempre o fora. Apresenta cor rubi concentrado e opaco. Negro como a garrafa. No nariz apresenta-se elegante, a fruta preta madura está fresca, sem chatear, mostrando-se bem ligada com notas fumadas e um vegetal duriense. Na boca surge cheio de garra, ímpeto de juventude, com corpo, untuoso e macio, a secar o palato e a fazer salivar. A fruta continua fresca, saborosa, com muita elegância e em equilíbrio com o conjunto. Vai crescer. Final de boca longo, fresco. Procura por comida duriense, transmontana, portuguesa.

sábado, 17 de janeiro de 2015

Restaurante Aviz - O Menu de Inverno

O Restaurante Aviz em Lisboa tem desde Dezembro passado um menu totalmente virado para as cores, aromas e sabores do Inverno. 

O Chef Cláudio Pontes concebeu um menu em que somos obrigados a contemplar cada prato como se de uma obra de arte se tratasse antes de o comer. Cheio de inovação e criatividade. Uma verdadeira caixinha de surpresas desde o primeiro ao último momento da refeição.

Inicio de refeição com uma entrada que sabe a mar. Um Consomme de Lavagantes, Ouriço do Mar e Pérolas de Sagu. Reconfortante, quente e ao mesmo tempo cheio de frescura.

Ainda como entrada, seguiu-se o que para mim podia muito bem ser um prato principal. Ficava-me por aqui. O Ovo à "Babar", Batata Fumada, Presunto, Cogumelos e Trufa tem tudo o que se pode esperar para um dia de frio e de chuva. Cada pormenor funciona sozinho e depois no conjunto. Um must.

O Pregado Lardeado Com Bacon, Cenouras, Aipo e Cogumelos mostra que o Chef Claudio Pontes é um dos que melhora trata o peixe. Pregado no ponto e cheio de textura.

Seguimos para o prato de carne. A Bochecha de Novilho "De Comer à Colher" com Cogumelo Azul . O Nosso Empadão. Sumptuoso. literalmente abdicamos da faca e garfo se quisermos e nos deixamos levar por colheradas reconfortantes e cheias de sabor.

O Nosso Empadão, servido em forma de croquete, mostra-se depois de o trincar que estamos verdadeiramente na presença de um empadão de lascas de carne com queijo da Ilha maravilhoso.

Por fim, como sobremesa, algo que a todos deixará de boca aberta. A Pêra Rocha do Oeste a Quebrar em Sintra é uma aposta ganhadora. A criatividade do Chef mostra-se nestas pequenas grandes coisas.  O gelado de Pêra Rocha, com uma espuma de cerveja preta e a queijada de Sintra numa harmonia visual e de sabores perfeita.
____________________________________________
RESTAURANTE AVIZ
Tipo de Cozinha: Moderna, Criativa, Portuguesa, Francesa
Copos de Vinho Adequados: Sim
Estacionamento:Não
Preço Médio p/ Refeição: 60€
Morada: Rua Duque de Palmela, Nº 32, Lisboa
Telefone:  +351 210 402000

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Rama & Selas Reserva 2011 Tinto

RAMA & SELAS RESERVA 2011 TINTO | BAIRRADA | 14,5% | PVP  8€
TOURIGA NACIONAL, BAGA, SYRAH, MERLOT
RAMA & SELAS, LDA
86/ 100

Cor rubi, aspecto novo e límpido. Aromas onde predominam os frutos vermelhos maduros e as notas florais, algum álcool a notar-se mais do que devia, especiarias e notas de madeira. Boca com estrutura, estranhamente pronto, polido e macio, com a fruta madura bem presente, o álcool volta a aparecer, final de boca longo. Um vinho que se encontra pronto a beber e a fazer boa companhia à mesa.

domingo, 11 de janeiro de 2015

ECVS 2014 | PROVA ESPECIAL VERTICAL “INCÓGNITO” E "HANS CHRISTIAN ANDERSEN" DE CORTES DE CIMA

No âmbito do Encontro Com o Vinho e Sabores 2014, evento organizado pela Revista de Vinhos que decorreu em Lisboa de 7 a 10 de Novembro passado, realizou-se uma Prova Especial, que no fundo foram duas, dos vinhos da Cortes de Cima Incógnito e Hans Christian Andersen.
Uma prova histórica conduzida por Hamilton Reis, Enólogo da Cortes de Cima, que mostrou como a introdução da casta Syrah no terroir da Vidigueira foi uma revolução a todos os títulos ganha.
A sequência de prova foi conforme apresentado abaixo. A prova lado a lado de alguns anos de colheita favoreceu o conhecimento mais profundo acerca do perfil de cada um dos vinhos e mostrando claramente que apesar de estarmos na presença de vinhos provenientes do mesmo produtor, terroir e casta não deixam de ser vinhos diferentes.

INCÓGNITO 1999 TINTO | ALENTEJO | 15% | PVP 98€
SYRAH
CORTES DE CIMA
89 / 100
Cor com notas de evolução,  casca de cebola, já a perder alguma concentração,  algum cansaço na cor. No nariz notas de muita maturação,  compotas,  equilíbrio do conjunto,  fumados, boa frescura. Na boca está perfeito para prova e para beber, polido, sem arestas, boa acidez, equilibrado,  ainda com fruta em bom plano. Final de boca longo.

INCÓGNITO 2002 TINTO | ALENTEJO | 15% | PVP 95€
SYRAH
ACORTES DE CIMA
90 / 100
Cor granada, de média concentração,  sugiro deixar a garrafa em pé durante algum tempo antes de servir. Aromas com fruta madura,  menos intenso, mais fechado, algum iodo, notas de cacau e especiarias bem integradas. Grande boca, vivo e com uma acidez soberba, a fazer-nos salivar, a puxar pela comida, com notas especiadas muito bem integradas. Final de boca longo, vivo e cheio de frescura.

INCÓGNITO 2004 TINTO | ALENTEJO | 14,5% | PVP 92€
SYRAH
CORTES DE CIMA
90 / 100
Cor granada concentrado, intenso, de aspecto límpido.  Aromas mais gulosos,  com fruta madurona mais intensa, vegetais, frescura. Na boca com mais corpo, mais mastigável,  cheio e vivaz. Acidez excelente,  com conjunto muito equilibrado. Final longo.

HOMENAGEM A HANS CHRISTIAN ANDERSEN 2004 TINTO | ALENTEJO | 14,5% | PVP 30€
SYRAH
CORTES DE CIMA
91 / 100
Cor granada concentrado e intenso, matizes violeta, aspecto limpo. Aromas com boa intensidade fruta, amora silvestre, framboesa, elegante, fresco, com notas de barrica bem ligadas mas não se sobrepondo à fruta. Na boca continua com elegância,  taninos polidos, fruta fresca, algum chocolate, notas vegetais leves e final de boca longo. Enche por completo a boca.

INCÓGNITO 2005 TINTO | ALENTEJO | 14,5% | PVP 80€
SYRAH
CORTES DE CIMA
91 / 100
Cor rubi de média concentração,  sugerindo também que se coloque a garrafa em pé algum tempo antes de se beber. No nariz as notais vegetais surgem com alguma intensidade,  a fruta aparece depois, madura e cheia de frescura, num conjunto equilibrado, com boas notas de especiaria, algum cacau. Na boca está guloso, gordo e cremoso, dá prazer, fruta madura bem ligada com notas achocolatadas, cativantes. Novo e com potencial para evolução.  Final de boca longo, fresco e a puxar o copo seguinte.

HOMENAGEM A HANS CHRISTIAN ANDERSEN 2007 TINTO | ALENTEJO | 14% | PVP 35€
SYRAH
CORTES DE CIMA
90 / 100
Cor rubi, média concentração,  mais aberto no bordo do copo e a necessitar de tempo de garrafa na vertical. Nariz com notas vegetais, incorporadas nas notas de fruta madura fresca, algum adocicado, com os tostados e especiados do estágio em barrica. No palato surge ainda um pouco novo, com taninos um pouco discreto, macio, parece que a perder algum fulgor, algum vegetal, fruta fresca e final longo.
INCÓGNITO 2008 TINTO | ALENTEJO | 14,5% | PVP 68€
SYRAH
CORTES DE CIMA
90 / 100
Cor rubi, vermelho intenso e com matizes violáceas. Aroma mais resinoso, algum pinheiro, vegetal, com a fruta a aparecer numa fase posterior, com frescura e elegância. Grande boca, guloso, sumptuoso. Final de boca longo e persistente. Jovem e com anos pela frente.

HOMENAGEM A HANS CHRISTIAN ANDERSEN 2008 TINTO | ALENTEJO | 14% | PVP 35€
SYRAH
CORTES DE CIMA
91 / 100
Um vinho jovem, com tempo para vir cá para fora, mas que encanta desde já pelo prazer com que se bebe e pela alegria com que nos envolve os sentidos. Cor rubi, nuances violetas bem definidas.  Aromas elegantes, fruta, frescura. Grande boca, alegre e muito fácil de gostar. Final longo, fresco e elegante.

INCÓGNITO 2009 TINTO | ALENTEJO | 14% | PVP 65€
SYRAH
CORTES DE CIMA
91 / 100
Cor rubi, com laivos granada, violetas definidos,  média concentração  e intenso. Intenso de aromas, fruta preta,  macerada, notas vegetais frescas, fumados e especiados bem integrados. Vai abrindo no copo, tornando mais delicado,  mais notas a cacau.  Boca vivaz, com corpo e estrutura, acidez equilibrada, maciez de boca, cremoso, com fruta silvestre, ameixa preta, especiaria delicada,  fino, comprimento de boca extenso, fresco e guloso.

HOMENAGEM A HANS CHRISTIAN ANDERSEN 2009 TINTO | ALENTEJO | 14% | PVP 29€
SYRAH
CORTES DE CIMA
91 / 100
Cor rubi bonito, cheios de nuances violetas,  média concentração,  algo aberto no bordo do copo, aspecto limpo.  No nariz impera a fruta, mostra-se fresca, madura, com boa ligação às notas de estágio em barrica. Boca cheia de força,  vivaz,  com muita fruta e grande final de boca.

HOMENAGEM A HANS CHRISTIAN ANDERSEN 2010 TINTO | ALENTEJO | 14% | PVP 30€
SYRAH
CORTES DE CIMA
90 / 100
Cor rubi, jovem, aspecto límpido. Nariz onde sobressai a fruta madura, notas de resina, bosque, pinheiro. Pujante e vivaz. Palato cheio de nervo, pujante, com fruta a casar num bundle de especiaria, algum toffe e madeira leve. Com final de boca longo.
INCÓGNITO 2011 TINTO | ALENTEJO | % | PVP 60€
SYRAH
CORTES DE CIMA
91 / 100
Cor rubi, concentrado,  intenso, limpo. Nariz cheio de juventude. Boca cheia de nervo, a prometer o futuro, grande acidez, novo, mastigável. Grande final de boca.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails