terça-feira, 30 de agosto de 2016

Azinhaga de Ouro 2015 Branco

AZINHAGA DE OURO 2015 BRANCO | DOURO | 12,5% | PVP  1,99€
MALVASIA FINA, RABIGATO, VIOSINHO 
CAVES DO MONTE VINHOS, SA
82 / 100

Produzido pelas Caves do Monte em exclusivo para a cadeia de lojas do Lidl o Azinhaga de Ouro Branco pode ser considerado como uma boa opção lowcost para o copo do dia a dia. Menos alcolico que a colheita de 2014 mostra cor amarelo citrino, esverdeados leves, aspecto limpo e brilhante. Aromas predominantemente tropicais com ananás a sobressair, leves notas florais e boa frescura. Na boca nota para continuidade do mesmo registo, ananás em calda, tropicais evidentes, sumarento, equilibrado e pronto a beber.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito | 55 Primaveras e Novidades


Este ano a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito comemorou 55 primaveras. Esta bonita data foi fechada com chave de ouro com um almoço de apresentação das novidades para esta altura do ano no Restaurante Tágide onde a cozinha do Chef Nuno Diniz se fez casar com os vinhos deste produtor de vinhos Alentejano.
Momento ainda para degustar, durante a refeição, o azeite aqui produzido, também ele de grande qualidade e dos quais destaco o Viticale Selection e o Relíquia da Vidigueira, um monovarietal de Azeitona Galega que me agradaram bastante quer numa prova apenas à colherada, como depois com o sempre reconfortante pão.
Nos vinhos, destaque para a novidade Rosé, ainda com rotulagem provisória, e para uma prova em primeur do novíssimo espumante, entrada de gama, à base de Antão Vaz e Arinto e que será lançado no mercado ainda no decorrer deste ano.

VIDIGUEIRA ANTÃO VAZ BRANCO | ALENTEJO | 13,5% | PVP 3,99€
ANTÃO VAZ
ADEGA COOPERATIVA DE VIDIGUEIRA, CUBA E ALVITO, CRL
86 / 100
Cor amarelo citrino, nuances esverdeadas, aspecto jovem e límpido. Aromas intensos a fruta de polpa, notas tropicais e leve citrino verde. Mais directo na boca, apresenta todavia algum volume e untuosidade, num perfil citrino, acidez equilibrada e muita frescura. Fez companhia, como welcome drink, a umas amêndoas torradas bem crocantes. Continua a ser uma excelente relação qualidade - preço.


VIDIGUEIRA GRANDE ESCOLHA 2014 BRANCO | ALENTEJO | 13% | PVP 7,49€
ANTÃO VAZ, PERRUM
ADEGA COOPERATIVA DE VIDIGUEIRA, CUBA E ALVITO, CRL
90 / 100
Cor amarelo citrino, nuances esverdeadas, aspecto límpido. No nariz com boa expressão de fruta branca, tropicais, notas de barrica bem ligadas, baunilhados subtis, ligeiros salgados, mineral. Volume de boca, boa acidez, boa secura, fica a trabalhar no palato, com boa fruta, fresca, com barrica completamente ligada. Um branco que continua a apresentar uma excelente relação qualidade-preço.

VIDIGUEIRA 2015 ROSÉ | ALENTEJO | 12,5% | PVP 2,99€
ARAGONÊS, TOURIGA NACIONAL
ADEGA COOPERATIVA DE VIDIGUEIRA, CUBA E ALVITO, CRL
85 / 100
Cor rosada, perfil aberto, aspecto limpo. Perfil aromático intenso, muita fruta vermelha fresca e directa. Na boca mostra boa acidez, algum volume, fruta madura, cereja preta, mais gastronómico e menos de piscina. Algo robusto e cheio para os rosé habituais. Final de boca longo. 
A sequência no almoço não o terá beneficiado, mas mostrou querer agarrar o prato.

VIDIGUEIRA GRANDE ESCOLHA 2014 TINTO | ALENTEJO | 14,5% | PVP 7,49€
TRINCADEIRA, ALICANTE BOUSCHET
ADEGA COOPERATIVA DE VIDIGUEIRA, CUBA E ALVITO, CRL
90 / 100
Cor rubi intenso, concentrado, bonitos laivos violeta no bordo do copo, aspecto limpo. Aromas intensos a fruta vermelha e preta bem madura, madeira bem ligada, algum balsâmico que lhe confere frescura ao conjunto. Boca com estrutura, volume, muita fruta madura fresca, madeira ligada e conjunto bem equilibrado. final de boca longo.
Mais uma boa opção com um preço muito acessível.

Por último, com a sobremesa, o Vinho Licoroso desta casa, feito a partir do blend de castas Trincadeira e Tinta Grossa de perfil muito aromático, revelando fruta vermelha e preta em compota, equilíbrio e frescura.
Mais fotografias aqui.
_______________________________________________________________
ADEGA COOPERATIVA DE VIDIGUEIRA, CUBA E ALVITO, CRL
Bairro Industrial | 7960-305 VIDIGUEIRA
T +351 284 437 240
F +351 284 437 249
http://www.adegavidigueira.com.pt/
geral@adegavidigueira.pt

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Ramos Pinto Quinta do Bom Retiro Tawny 20 Anos

RAMOS PINTO QUINTA DO BOM RETIRO TAWNY 20 ANOS | 20,5% | PVP  57€
TOURIGA NACIONAL, TINTA RORIZ, TINTA BARROCA, TOURIGA FRANCA, TINTO CÃO
ADRIANO RAMOS PINTO
93 / 100

Um extraordinário blend de 20 anos de idade média proveniente da selecção de vários lotes originários de uma das quintas mais antigas do Douro. Este 20 Anos da Quinta do Bom Retiro "agarrou-me" por completo até à sua última gota. As bem tradicionais queijadas de Sintra fizeram-lhe companhia, boa companhia, e ele ali, lado a lado, sempre a acompanhar.
Para além disso um preço que lhe garante uma excelente relação preço-qualidade.
De cor âmbar definido, tijolado, dourados, limpo e cativante.Aroma vivo e com textura aveludada. No nariz toda a envolvência da fruta seca, como avelã e amêndoa, com ligeiros torrados, algum caramelo, café moído, fruta passa e um iodo que se agradece. Complexo e Vivaço. Na boca, revela cremosidade, untuoso,seco e com grande equilíbrio. Cheio de elegância, finess, persistente, com notas da fruta madura e seca num caminho sempre a subir.
Um 20 anos a ter por perto.

CAMINHA WINE PARTY | 27AGO18-23H

A festa do vinho não se faz só por Lisboa e Porto. No jardim do Design & Wine Hotel, mesmo no centro de Caminha, a Revista Paixão Pelo Vinho chama-o para se juntar a uma festa que será a oportunidade ideal para provar vinhos e espumantes, portugueses e estrangeiros, fazer muitos brindes, desfrutar da música, aprender com as masterclass gratuitas e despedir-se das férias ao mais alto nível.
______________________________
CAMINHA WINE PARTY
27 AGOSTO 2016 | 18H -23H
DESIGN & WINE HOTEL
Praça Conselheiro Silva Torres, Caminha
ENTRADA: 5€ com oferta do copo de prova

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Esporão Private Selection 2014 Branco

ESPORÃO PRIVATE SELECTION 2014 BRANCO | ALENTEJO | 14,5% | PVP  19,90€
SEMILLON
ESPORÃO, SA
17,5

Um clássico do Alentejo do emblemático produtor da região que nesta colheita convidou o artista plástico João Queiroz a dar vida ao rótulo.
A casta semillon continua a mostrar o porquê de ser a escolhida para este branco. Para além de em novo revelar um perfil rico e complexo, consegue com o passar dos anos mostrar uma evolução de excelência.
Já com cerca de dois anos após o ano de colheita mostra-se de cor amarela citrina, definida, de aspecto limpo. No nariz aromas intensos, fruta madura, fruta de caroço, polpa branca, tropicais frescos, com boa incorporação da barrica, leve coco, baunilha, desafiante e complexo. Na boca revela estar num bom momento. Untuoso, opulento, cheio de corpo e ao mesmo tempo com muita elegância na disposição da fruta, da acidez e do álcool que aprece no rótulo como sendo de 14,5%, mas que pouco se nota aqui devido à eu equilíbrio.
Final de boca persistente e elegante. Beba-se já ou aguarde-se mais um pouco pelo potencial que tem de evoluir em garrafa.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Sossego 2015 Branco

SOSSEGO 2015 BRANCO | ALENTEJO | 13% | PVP  4,49€
ARINTO, ROUPEIRO, ANTÃO VAZ
HERDADE DO PESO - SOGRAPE VINHOS, SA
90 / 100

A nova gama de vinhos da Herdade do Peso chama-se Sossego. Um alentejano que transmite essa quietude da região e no rótulo a imagem de um sobreiro sob o qual apetece estar no sossego. O nome diz muito e empurra o consumidor para esse estado de alma.
Cor amarelo citrino, aberto, nuances esverdeadas, aspecto limpo. Nariz limpo, aromas frutados de média intensidade, fruta citrina e de caroço, como lima, pêssego, alperce, boa frescura dada pelo arinto. Na boca um branco equilibrado, acidez vivaz, sumarento, citrino, com final persistente e longo.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Quinta do Gradil | 15 Anos Celebrados

A Quinta do Gradil celebrou os seus 15 anos de forma especial. Para um apagar de velas cheio de sentido, chamou a si amigos e fez a máquina do tempo voltar atrás num palco que teve como pano de fundo a Quinta do Grail e o seu Restaurante.
A Quinta do Gradil fica muito perto do sopé da vertente poente da Serra de Monte junto, entre Vilar e Martim Joanes e é considerada uma das mais antigas, senão a mais antiga, herdade do concelho do Cadaval, a Quinta do Gradil tem uma forte tradição vitivinícola que se prolonga desde há séculos e perteuceu mesmo ao nosso Marquês de Pombal.
 
Fez assim todo o sentido voltar no tempo neste final de tarde e pintar a festa das cores do século XVIII com a chegada dos anfitriões em charret dando assim winicio às celebrações dos 15 anos de vinhos num momento em que também recebe o Prémio Empresa do Ano atribuído pela Revista de Vinhos.
 
Luís Vieira, o homem de espírito criativo e de perfil empreendedor que vive e luta por este sonho há 15 anos, é a face mais visível de uma equipa que veste a camisola e que tem em António Ventura e em Vera Moreira os enólogos que fazem nascer os vinhos desta casa.

O jantar ficou pelas mãos do Chef Daniel Sequeira que tem vindo a revelar o seu potencial no restaurante da Quinta do Gradil e que aqui presenteou os convidados com mais uma excelente experiência gastronómica.

O Creme de Batata Doce, Perca Fumada e folha de ervilha deu inicio ao jantar ligando com sucesso  ao QUINTA DO GRADIL CHARDONNAY 2015 BRANCO. Fresco, ligeiramente encorpado,com boa fruta e com final de boca longo.

De seguida, o Bacalhau com Salada Fresca de Pimentos e Vinagrette, casando com o QUINTA DO GRADIL VIOSINHO 2015 BRANCO cuja acidez e secura se associou com mestria ao prato. Uma casta que tem vindo a resultar muito bem numa região que tradicionalmente não é a sua.

Como prato de carne chegou um Magret de Pato com Puré das Índias e Mel da Quinta do Gradil muito bem conseguido, muito equilibrado. O QUINTA DO GRADIL RESERVA 2014 TINTO fez a maridagem ao prato e mostrou não só um ligação perfeita, como também um tinto em forma e a pedir que se beba.

Por último, o prato de sobremesa, uma Pêra Semi-Bebeda, Com Arroz Doce, Framboesa e Canela que, sem dúvida alguma, casou muito bem com o QUINTA DO GRADIL COLHEITA TARDIA 2014, mas que na minha opinião ligaria ainda melhor se a Canela, que me pareceu em excesso, não determinasse tanto o nariz e a boca.
Ver mais fotografias aqui.
________________________________________
QUINTA DO GRADIL
Morada: EN115 Vilar - CADAVAL
Telefone: +351 262 770 000 ou +351 914 909 216

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Navalheiro 2014 Tinto

NAVALHEIRO 2014 TINTO | TRÁS-OS-MONTES | 13% | PVP  2,90€
TOURIGA NACIONAL, TOURIGA FRANCA, TINTA BARROCA, TINTA AMARELA
QUINTA & CASA DAS HORTAS SOC. AGRÍCOLA E COMERCIAL, LDA
86 / 100

O porco selvagem com grandes presas, navalheiro por terras transmontanas, dá imagem a este tinto proveniente de solos xistosos, castas tradicionais e cerca de 6 meses de barrica.
O resultado é um vinho que acaba por nos satisfazer e até mostrar algo mais do que realmente se estava à espera.
Cor rubi intensa, de aspecto jovem. Nariz onde a fruta vermelha e preta silvestre madura se mostra por meio de leves notas especiadas,alguma turfa, perfil fresco. Mostra-se domado de boca, tanino macio, com muita fruta, alguma secura evidente e final de boca longo. Por este preço acaba por ser uma sugestão a incluir na lista de compras.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Restaurante Tabik - Lisboa

O Restaurante Tabik está novamente a ganhar força e recomenda-se. Muito colado a restaurante de Hotel, neste caso ao Hotel Bessa, o facto é que, só pensamos nisso até entrarmos porta dentro. Percebemos que estamos num espaço que grita Lisboa. As paredes relembram os famosos tabiques que sustentam ainda a cidade, o chão, com matrizes feitas a partir de azulejaria tradicional chama a atenção e até o espaço nas traseiras, agora recondicionado com piscina e esplanada, lembra o habitual quintal que as casas de outro tempo ostentavam.

Um espaço descontraído e informal, porém sofisticado e reforçando o nosso à vontade com a simpatia e arte de bem receber de toda a equipa. Neste momento já nem me lembro que o Tabik fica no piso térreo do Hotel Bessa.

Um restaurante, um bar e um local com excelentes opções e condições para beber um copo de vinho. Com uma Enomatic onde as opções vão alternando ao longo do mês, a preços sensatos e com uma escolha tendo sempre em conta o tipo de vinho que mais apetece ao longo do ano. 

Na cozinha, a influência do Chef Executivo Manel Lino é marca da casa, mas o actual Chef Residente Hugo Dias de Castro promete tirar alguns coelhos da cartola. Os pratos enchem o olhar pela beleza com que nos chegam à mesa e depois enchem-nos os sentidos pelos aromas, pelo sabor e pela experiência.

 Queijo Regional Amanteigado Com Compota de Tomate

 Ovo Cremoso com Escabeche de Legumes

 Ceviche de Robalo

 Ovos Rotos Com Presunto Ibérico

  Tártaro de Novilho Com Espuma de Coco

 Dourada Corada em Azeite, Salicórnea e Molho Bearnês

 Atum Braseado Com Courgette e Puré de Maça Verde

 Polvo Grelhado Com Rosti de Batata e Puré de Cebola

 Bacalhau Com Favas e Bacon

 Leitão Prensado Com Estufado de Cevada e Presunto

 Torte de Cenoura Com Mousse de Chocolate Branco e Gengibre

 Texturas de Chocolate

 Folhado de Pêra Com Gelado e Mirtilhos

Cozinha a respeitar o produto que se nota ser de excelência e um local a pedir uma visita e/ou um regresso para conhecer o bom trabalho que aqui está a ser desenvolvido. Ver mais fotografias aqui.
____________________________________
RESTAURANTE TABIK
Tipo de Cozinha: Autor / Portuguesa / Fusão
Copos de Vinho Adequados: Sim
Estacionamento: Fácil: Privado
Preço Médio p/ Refeição: 30€
Multibanco: Sim

Morada: Avenida da Liberdade 29A - 1250-139 LISBOA
Telefone: +351 213 470 549
E-mail: info@tabikrestaurant.com

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Tumba Del Rey Moro 2012 Tinto

TUMBA DEL REY MORO 2012 TINTO | VINOS DE MADRID | 14% | PVP  70€
GARNACHA
COMANDO G, SL
94 / 100

Vinho proveniente de terras de nuestros hermanos, do Comando G, um projecto para tentar salvar a Garnacha velha na Serra de Gredos produzindo este vinho por forma a mostrar a verdadeira expressão da casta neste terroir.
Um vinho que saiu para o mercado a cerca de 40€ a garrafa e que após os 97 pontos Parker aliada às 1001 garrafas produzidas faz com que agora o preço ande nos 70€.
Ainda assim, um vinho que causou muita estranheza no primeiro contacto, não sendo sequer consensual entre os presentes e apenas se ter mostrado realmente após algum tempo de espera e decante feito.
De cor rubi de média intensidade, algo aberto em comparação com os garnacha que tenho bebido. Aromas que foram abrindo, em constante mudança, mesmo no copo, passando por notas de flores secas, frutos pretos, caruma de pinheiro, algum húmus, muita especiaria, relva cortada pela manhã, fundo mineral. Complexo e desafiante. Corpo mais expectável, corpulento, sente-se a sua estrutura mas sem taninos a bater, polido, pleno de fruta vermelha e preta madura, a dar muito prazer conforme o tempo avançava.
Perfeito com a carne. Um começo estranho, para um final em grande.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Real Companhia Velha | Os Brancos e Rosé da Quinta de Cidrô

A Real Companhia Velha veio dar a conhecer as suas novidades da Quinta de Cidrô a Lisboa. Escolheu desta vez a Galeria de Arte Bessa Pereira para o fazer. A Arte Contemporânea de mãos dadas com a arte de produzir vinho e a arte fazer comida faz todo o sentido e este foi sem dúvida um pairing de excelência.
A Quinta de Cidrô foi adquirida pela Real Companhia Velha no ínicio dos anos 70 e desde então, após uma intervenção de fundo nas vinhas e propriedade, tem vindo a produzir vinhos baseados numa surpreendente colecção de castas portuguesas e estrangeiras.
Palco de excelência para a a produção de branco na região do Douro este ano foram apresentadas as  novas colheitas dos monovarietais Alvarinho, Boal (que em colheitas anteriores fora apresentado como Semillon), Chardonnay, Gewurztraminer e Sauvignon Blanc. O Rosé é feito a partir das castas Touriga Nacional e Touriga Franca mostrando também o lado fresco e mineral do terroir de Cidrô.

QUINTA DE CIDRÔ ALVARINHO 2015 BRANCO | DOURO | 13,5% | PVP 9€
ALVARINHO
REAL COMPANHIA VELHA
15,5
Cor amarelo citrino, ligeiros esverdeados e alguns dourados leves, aspecto límpido. Nariz com aroma discreto, mas muito fino e complexo, fruta citrina, alguns florais tímidos, traço mineral. Boca com volume, um certa untuosidade,  continua citrino, fresco e sumarento, acidez que acorda as papilas gustativas, mineral bem presente, num final longo.

QUINTA DO CIDRÔ SAUVIGNON BLANC 2015 BRANCO | DOURO | 13,5% | PVP 12,5€
SAUVIGNON BLANC
REAL COMPANHIA VELHA
16,5
Cor amarelo citrino, esverdeados leves, aspecto limpo e brilhante. No nariz aparecem em notas delicadas o pimento verde, o espargo, fruta citrina e algum tropical. Boca com intensidade, nervo e acidez estaladiça com com fruta fresca,  sumarento e mineral. Final de boca longo e a deixar  impressão que irá ser uma bela surpresa com algum tempo de garrafa.

QUINTA DE CIDRÔ BOAL 2014 BRANCO | DOURO | 12,5% | PVP 12,5€
BOAL
REAL COMPANHIA VELHA
16,5
Cor amarelo citrino, leves dourados, aspecto limpo. No nariz as frutas brancas e amarelas de polpa mostram-se evidentes, tostados leves e bem ligados, especiaria fina e algum fruto seco. Muito complexo. Denso na boca, guloso, muito sumarento, cheio de fruta, com volume, acidez marcada, dá prazer a beber e deve ser bebido já para aproveitar toda esta alegria, embora lhe preveja um belo envelhecimento em garrafa.  Final longo, fresco e persistente.

QUINTA DE CIDRÔ CHARDONNAY 2015 BRANCO | DOURO | 14% | PVP 13€
CHARDONNAY
REAL COMPANHIA VELHA
17
Cor amarelo citrino, ligeiros esverdeados, aspecto jovem e limpo. Nariz com muita fruta, tropicais e de caroço,  alguma pêra discreta, tostados e notas de brioche muito leves e completamente integrados. Na boca salta primeiro a excelente acidez, num perfil seco, muito mineral, com volume e com a fruta que nos chega da primeira impressão sensorial a mostrar-se em boa forma. Longo e persistente.

QUINTA DE CIDRÔ GEWURZTEAMINER 2015 BRANCO | DOURO | 13% | PVP 12€
GEWURZTEAMINER
REAL COMPANHIA VELHA
16
Cor amarelo citrino, aberto, aspecto limpo. No nariz surgem vincados os aromas a rosas e lichias, Muito perfumado e distinto. Na boca voltamos a ter impressões a rosas e lichias, acidez alta, sequinha  e até um pouco mais bruta do que estamos acostumados com esta casta. Termina longo e com grande frescura.

QUINTA DE CIDRÔ 2015 ROSÉ | DOURO | 13,5€ | PVP 7,50€
TOURIGA NACIONAL, TOURIGA FRANCA
REAL COMPANHIA VELHA
15,5
Cor rosado intensa, bonita e de aspecto límpido. No nariz destacam-se as frutas vermelhas, o morango, a framboesa e a cereja, algum floral num perfil fresco. Seco na boca, evidenciando boa acidez, boa fruta, fresco e de final de boca longo.

Na harmonização com o prato, o Chef André Magalhães trouxe a sua arte e conseguiu casamentos perfeitos dos quais destaco a do Gewurztraminer com extraordinário Caril Tailandês Massaman, Lima de Kaffir e Arroz Tufado e a do Chardonnay com uma interpretação do bacalhau à Braz do Chef, mas aqui com uma batata frita palha,  ovo de codorniz, salsa, citrinos e butarga ralada (ovas secas de corvina feitas pelo próprio Chef). 

Ver reportagem fotográfica completa aqui.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails